Diante da injustiça, a covardia se veste de silêncio (Julio Ortega) - frase do blog http://www.findelmaltratoanimal.blogspot.com/

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Por defesa de indígenas, Imperatriz Leopoldinense atrai a ira do agronegócio

Por Ingrid Matuoka - CartaCapital

Escola enfrenta críticas de parte do agronegócio por homenagear povos do Xingu; para carnavalesco, ameaças aos índios são parte importante da história brasileira


“O índio luta pela sua terra, da Imperatriz vem o seu grito de guerra! Salve o verde do Xingu”, diz o samba-enredo da Imperatriz Leopoldinense, preparado para o Carnaval deste ano no Rio de Janeiro.

O tema “Xingu, o clamor que vem da floresta" foi criado pelo carnavalesco Cahê Rodrigues, 40, que trabalha há 5 anos com a escola, com o intuito de homenagear os indígenas da região e sua luta pela preservação da floresta e de sua cultura.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Festival Ecológico em Manaus


MAIOR ENCONTRO DA ALIMENTAÇÃO
VIVA DA AMÉRICA LATINA

DE 29 DE MARÇO A 2 DE ABRIL DE 2017


Feirinha Orgânica no Encontro Vegano de Natal JMA J'adore mes amis


Confirme presença: goo.gl/urTN1x ✔ Dia 18 de dezembro – domingo
✔ Das 12h às 20h ✔ Horário especial da TERAPIAS CORPORAIS: 10h
✔ Rua Joaquim Távora, 605 – Vila Mariana, São Paulo, SP

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Manifestações contra vaquejadas ocorrem em 38 cidades

Por Fórum Animal

Entidades de proteção animal se organizaram em 19 estados para protestar contra PLs que querem legitimar a prática

No dia 27 de novembro, próximo domingo, protestos contra projetos de lei que têm o intuito de tornar vaquejadas ‘patrimônio cultural’ acontecerão nas ruas de 38 cidades brasileiras, de 19 estados (veja lista aqui). A polêmica se intensificou depois que o Senado aprovou o projeto de lei (PCL 24/2016) que torna vaquejadas e rodeios ‘manifestação cultural nacional e patrimônio cultural imaterial’. O texto também já foi aprovado pela Câmara e segue agora para sanção do presidente da República, Michel Temer.

Além do PCL 24/2016, quatro outros projetos de lei tramitando no Congresso Nacional  (PL 213/2015, PL 2452/2011, PLS 377/2016 e PLS 2452/2011) e duas propostas de emenda à Constituição (PEC 50/2016 e PEC 270/16) têm o intuito de regulamentar rodeios e vaquejadas.

“Esses projetos querem que vaquejadas e rodeios não sejam considerados cruéis. Ao contrário, eles propõem que essas atividades sejam definidas como patrimônio cultural brasileiro. Além de inaceitável, isso poderia inclusive abrir precedente para que também rinhas, farras do boi e outras práticas abomináveis sejam novamente autorizadas e constitucionalmente protegidas”, disse Dra. Vania Nunes, médica veterinária e diretora técnica do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal (Fórum Animal).

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

De 27 de novembro a 4 de dezembro: Vegan Week



Marquem a data e corram para degustar as maravilhas veganas nos melhores restaurantes da Rua Augusta e do bairro de Pinheiros, em São Paulo.

Descubra os restaurantes participantes aqui;
http://www.veganweek.com.br/restaurantes-vegan-week-2016/

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Manual ensina a fazer fossa séptica sustentável com pneus reaproveitados

Por Redação Ciclovivo
A fossa séptica desenvolvida pela Prefeitura de Uberlândia é uma alternativa interessante para reaproveitar materiais que seriam descartados, ao mesmo tempo em que soluciona parte do problema de saneamento básico, comum em várias cidades brasileiras.
O Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) é o órgão responsável pela criação do sistema e pela fabricação das fossas sustentáveis entregues na cidade mineira. Mas, para não limitar o conhecimento, eles criaram um manual que dá o passo a passo para que a ideia seja replicada em qualquer lugar.


sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Rosa Luxemburg: Uma carta da prisão a Sonia Liebknecht

Do blog Coisas de Ada

Breslau, Polônia, antes de 24 de dezembro de 1917.

"Ah! Sonitchka, passei aqui por uma dor violenta. No pátio onde passeio chegam muitas vezes carroças do exército, abarrotadas de sacos ou túnicas velhas e camisas de soldados, muitas vezes manchadas de sangue...; são descarregadas, distribuídas pelas celas, consertadas, novamente postas nas carroças para serem entregues ao exército. 

Outro dia, chegou uma dessas carroças, puxada não por cavalos, mas por búfalos. Era a primeira vez que via esses animais de perto. São mais fortes e maiores que os nossos bois, têm a cabeça chata, chifres curvos e baixos, e uma cabeça totalmente negra, de grandes olhos meigos, que lembra a dos nossos carneiros. Vêm da Romênia, são um troféu de guerra... os soldados que conduziam a carroça diziam ser muito difícil capturar esses animais selvagens, e ainda mais difícil utilizá-los para carregar fardos, pois estavam acostumados à liberdade. 

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Como esperado, Proposta de Emenda à Constituição é apresentada no Senado em prol da vaquejada


Por Mapa Veg


Vote contra na Consulta Pública do Senado.


Sabemos que, juridicamente falando, todas as leis estão abaixo de nossa Constituição Federal, não podendo, portanto, estarem em desacordo com a mesma.
Atualmente, três projetos de lei pretendem legalizar atividades como rodeio e vaquejada, tornando-as parte do patrimônio cultural brasileiro. O problema deles é que a Constituição veda práticas que impliquem em maus tratos aos animais.